Três Bons Hábitos


Os três atos primordiais para uma boa visão são: O ato de piscar (piscadela). A centralização da visão (chamada de fixação central). A mobilidade.

Piscar


A piscadela é um abrir e fechar rápido, ligeiro e fácil dos olhos normais. A média de piscadelas varia de pessoa para pessoa e varia também, de acordo com o uso que dá à vista. Você pisca mai, por exemplo quando fita alguma coisa brilhante do que quando olha para uma cor suave.
Quando alguém pisca, a lágrima desce, envolve o globo ocular e mantém o olho molhado.
Esta lavagem tem muitas funções:
1) Este líquido é um anticéptico definido com ação higienizante.
2) O brilho dos olhos e sua capacidade de refletir a luz são amplamente devidos a este líquido sobre sua superfície.
3) A lágrima é essencial a córnea, que é a pequena porção translúcida da frente do olho. Como a córnea não é dotada de vasos sanguíneos, precisa deste líquido para manter-se úmida ou então surgirão às úlceras da córnea.
4) Quando partículas de matéria estranha caem no olho, os fluidos lacrimais mantêm-nas flutuantes até sua eliminação, ao passo que sobre o olho seco as partículas se acamam e aderem.
5) No curto intervalo de duas piscadelas, os músculos da pupila têm a possibilidade momentânea de relaxar sua tensão.
6) A circulação do fluido linfático em torno do olho é auxiliada pela piscadela e o olho fortalecido por essa boa circulação, tal como qualquer parte do corpo se beneficia com a ativa circulação do sangue.

Portanto se você adquirir o hábito de olhar fixamente demais os objetos, começará a piscar. Pisque, conscientemente e repetidas vezes até readquirir o hábito de piscar inconscientemente.

Fixação Central

O segundo hábito de uma visão normal é ter os olhos e a mente tão bem coordenada que fixam sobre uma pequena área a um só e ao mesmo tempo. Em outras palavras, quando você olhar para um objeto deverá localizar com atenção, circunscrevendo-a a uma pequena área e não a dispersando.

Por exemplo, olhando para uma página impressa, você não conseguirá ver claramente toda essa página, embora dentro de seu campo de visão, estará menos claro. Para ver claramente a última palavra de uma página, você terá que desviar os olhos, e forma a aplicá-los diretamente na tal palavra.

O mesmo se dá quando quer ler palavras próximas, uma das outras. Para ver com clareza, a primeira palavra de uma linha você deve olhar diretamente para ela e para ver a última palavra da mesma linha, é necessário desviar a vista. A mesma coisa acontece se você quer ver claramente a segunda palavra dessa linha: poderá vê-la bastante bem para ler, mas não a enxergar perfeitamente clara se está olhando para a primeira. Se você insistir em ver desta maneira, a conseqüência é declarada cansaço. E o fato se verifica mesmo com os mínimos espaços.

O fato de que os olhos vêem claramente uma área muito pequena num tempo dado, não pode ser desprezado. Na observância deste fato reside a coordenação da mente com as limitações estruturais do olho, sem o que não pode haver visão normal.

Se você se aferra a este fato de visão focada e mentalmente fecha a vista a uma grande área, há de chegar ao valioso hábito da fixação central a achar crescente eficiência em seus olhos.

Mobilidade

O terceiro hábito benéfico de uma vista normal é a mobilidade. Parece antagônico ao segundo hábito que é localizar o seu olhar, mas na realidade não o é. Você deve dirigir o olhar para um determinado ponto, mas deve, também, conseqüentemente mover seu ponto de visão.

Se não o mover você, fixará a vista e, como já foi dito, é isso a pior e a mais comum das mobilidades de fadigá-la.

Quando os olhos estão relaxados a mobilidade voluntária é freqüente, e o movimento curto; o olho mais tenso pode executar um movimento amplo, mas requer-se relaxação e normalidade para um olho ter mobilidade, em estado de relaxação, em uma área muito pequena. Isto se aplica a todos os músculos - quanto mais sutil o movimento, mas bem adestrado e mais relaxado deve ser o músculo. Quando um olhar está cansado e a visão é anormal, o exercício de freqüente mobilidade produzirá infalível alívio e melhorará a visão.

Um exercício o que consiga focalizar definitivamente cada palavra e, propositalmente, mover a vista até a próxima. Poucos minutos desta prática por dia, transformá-la num hábito inconsciente.

A mobilidade normal é absolutamente essencial à vista normal. A perda de visão com freqüência se acha em proporção direta com a perda de movimento.

Trecho retirado do Livro: "Veja melhor sem óculos"